sábado, 31 de outubro de 2009

Liturgia da Eucaristia de Domingo, 01.11.2009



SOLENIDADE DE TODOS OS SANTOS - ANO B
1 de Novembro de 2009



Primeira leitura: Como descrever a felicidade dos mártires e dos santos na sua condição celeste, invisível? Para isso, o profeta recorre a uma visão.

Salmo responsorial: O salmo de hoje proclama as condições de entrada no Templo de Deus. Ele anuncia também a bem-aventurança dos corações puros. Nós somos este povo imenso que marcha ao encontro do Deus santo.

Segunda leitura: Desde o nosso baptismo, somos chamados filhos de Deus e o nosso futuro tem a marcada da eternidade.

Evangelho: Que futuro reserva Deus aos seus amigos, no seu Reino celeste? Ele próprio é fonte de alegria e de felicidade para eles.





Celebramos o amor de Deus, que já acolheu em casa os que nos precederam e nos espera com os braços abertos aos que ainda estamos a caminho.

Hoje celebramos todos e todas, não só os que constam nas listas oficiais, mas os que estão na lista de Deus, que são muitíssimos mais.


Entre eles estão os nossos familiares e amigos. É uma festa universal.





Para ver as Leituras da Solenidade de Todos os Santos, clique AQUI.

Para ver o Evangelho da Solenidade de Todos os Santos, clique AQUI.

Para ver uma Reflexão sobre o Evangelho da Solenidade de Todos os Santos, clique AQUI.




Fontes:
A Caminho
Ecclesia
Farol de Luz

Outubro, Mês Missionário - Dia 31



Dia 31


Senhor, nosso Deus, concede-nos, a nós que celebrámos este Mês das Missões, a graça de permanecer fiéis à nossa vocação cristã, abertos à dimensão missionária da Igreja e prontos para dar testemunho de Jesus a todos aqueles que ainda o não conhecem.

Por Cristo Jesus, que é Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo.

Ámen.




Marcando o final do Mês das Missões, deixamo-vos o Salmo da Testemunha, uma renovação do nosso compromisso de baptizados.


É hora de ser Tua Testemunha, Senhor Ressuscitado,
de construir todos juntos a civilização do amor,
de fazer do mundo um arco-íris de unidade e de cor.
É hora de anunciar a vida a partir da Tua vida, que é Vida em abundância,
de gritar aos homens a Tua Salvação, de anunciar que,
o Crucificado Ressuscitou e o mundo tem sabor a Redenção.

É hora de viver na luz e abrir caminhos sem fronteiras,
de darmos as mãos e de fazer uma grande roda ao sol,
de avançar sem medos, que o mundo vive em Ressurreição.
É hora de caminharmos unidos semeando a paz e o amor,
de chamar ao homem irmão, de viver em harmonia,
em laços de fraternidade, de comunhão.

É hora de dizer ao mundo que foi vencida a lei,
e não existe outra lei que a do coração;
de gritar que o pecado foi vencido
e que o homem é livre, do seu temor.
É hora de anunciar que a morte foi vencida,
que a vida é a nova civilização do amor.
É hora de tocar o coração do homem para que
acredite no Teu Evangelho, na Tua Palavra de Amor;
de convidar as gentes para a mesa do Pão Vivo.
É hora de caminhar olhando para diante, sem vacilar.

É tempo de ser Tua Testemunha:
onde o Teu amor está ausente,
onde a liberdade está atada,
onde é necessário o perdão,
onde os olhos estão vendados,
onde existiu a traição,
onde se mata o homem e a criança,
onde a mentira mata a razão,
onde as injustiças doem,
onde o homem que sofre não tem voz,
onde impera a lei do mais forte,
onde o homem se converte em opressor,
onde a vida se fez morte,
onde o dinheiro é a lei do que manda.

É tempo de sermos Tuas Testemunhas
unidos como um só povo, em Igreja;
de sermos Tuas Testemunhas servindo o humilde e não o dominador,
de testemunharmos Tua Cruz salvadora do mundo,
Tua luz de aurora, Tua Ressurreição.

Cristo, Senhor da História, Senhor de todo o homem.
Cristo, Testemunha do amor do pai, coração de seu coração.
Cristo, amigo e irmão do homem oprimido.
Cristo, dá-nos a força do Teu Espírito Santo, do Teu Espírito de Amor,
para que Ele anime nosso compromisso de mudar o mundo,
de uma civilização de morte
para uma civilização de Amor.




sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Actividades do próximo Sábado, dia 31.10.2009



No próximo Sábado, dia 31 de Outubro, teremos reunião no Salão Paroquial, às 15h.

Iremos tratar de vários assuntos, entre os quais:

- Preparação da Noite de Fados
- Confirmação de participantes no Encontro Regional (dia 22Nov)
- Confirmação de participantes na Ida a Mem Soares (dia 28Nov)
- Confirmação da participação na recolha do Banco Alimentar (dias 28-29Nov)
- Encontro de reflexão para os mais novos


Esperamos por ti! A tua presença é MUITO importante!!


Outubro, Mês Missionário - Dia 30



Dia 30


Senhor, nosso Deus e nosso Pai, fonte do amor e da missão, dá-nos a coragem de partir ao encontro os outros, saindo do nosso egoísmo e do nosso conforto. Dá-nos a graça de viver sempre em espírito de missão.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.



quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Encontro Regional Sul



O Encontro Regional JMV da nossa zona sul irá realizar-se no domingo do Cristo Rei, ou seja, dia 22 de Novembro, e desta vez no centro local de Santiago do Cacém.


O encontro regional é uma excelente oportunidade para partilhar vivências em região, conviver com diversos centros locais e dar a conhecer a JMV aos elementos mais novos.

Este ano, teremos também a oportunidade de aprofundar o sentido de missão!


O encontro terá o seguinte programa (sujeito a alterações):

9h00 – Acolhimento
9h30 – Apresentação do tema e dinâmicas
10h30 – Ensaios da Eucaristia
11h00 – Eucaristia
12h30 – Almoço e Convívio
14:00 – Trabalho em comunidades - Testemunhos de missão
16h30 – Plenário
17h00 – Oração de envio e Despedida


É necessário levar para o encontro:
- Almoço partilhado
- Bíblia e cancioneiro
- Instrumentos musicais (quem tiver)
- Coração aberto e disponível


Da mesma forma do ano passado e devido a distância do centro local do encontro o Conselho Regional Está a tentar disponibilizar transportes para todos, pois somos sempre importantes.



Têm de confirmar se vão ou não até ao próximo Sábado, dia 31 de Outubro.



Outubro, Mês Missionário - Dia 29



Dia 29


Abençoa, Senhor, as famílias cristãs para que sejam verdadeiras comunidades domésticas onde a fé possa ser vivida com entusiasmo, o amor cresça entre todos os seus membros e a abertura aos outros se concretize no acolhimento e na partilha.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

7NOV | 21h30 | NOITE DE FADOS




A Juventude Mariana Vicentina (JMV) de Alferrarede é um grupo de jovens católico da Paróquia de Alferrarede (Abrantes).

Seguindo o nosso carisma vicentino, somos um grupo que se dedica ao apoio aos mais carenciados da nossa paróquia, o que fazemos através das distribuição domiciliária dos alimentos do Banco Alimentar, de visitas a idosos e doentes e de distribuição de roupas.

Por outro lado, temos também adquirido camas articuladas, cadeiras de rodas e outro material ortopédico, que emprestamos às famílias com doentes que deles necessitem e que não têm recursos financeiros para os adquirir.

Para a prossecução das nossas actividades são necessários fundos, que vamos juntando através de rifas, vendas de bolos, donativos, entre outros meios. No entanto, a principal via de angariação de fundos é a Noite de Fados que organizamos anualmente (no mês de Novembro) no Salão Paroquial da Igreja de Alferrarede.

Este ano, a nossa Noite de Fados terá lugar no próximo dia 7 de Novembro, no Salão Paroquial da Igreja de Alferrarede, pelas 21h30.

As entradas têm um custo de 7€, o que inclui o espectáculo com o Grupo de Fados Abrantino e ainda uma ceia.

Esperamos por si!!


Outubro, Mês Mssionário - Dia 28
















Dia 28 - São Simão e São Judas

Deus de infinita misericórdia, que nos fizeste chegar ao conhecimento do Teu nome por meio dos bem-aventurados Apóstolos, concede-nos, por intercessão de São Simão e São Judas, que a Tua Igreja cresça continuamente com a conversão dos povos ao Evangelho.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 27




Dia 27 - São Gonçalo de Lagos


Senhor, nosso Pai, olha com bondade para os povos da Oceânia e faz da Tua Igreja uma Igreja missionária, acolhedora e dialogante, para construir pontes entre pessoas, grupos e nações, e dar a conhecer a todos a Boa Nova do Reino de Deus.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 26




Dia 26


Senhor, nosso Deus e nosso Pai, pedimos-Te por todos os leigos missionários. Abençoa o seu trabalho e faz com que sejam fiéis à sua vocação, servindo a missão e dando testemunho de Jesus Cristo na vida familiar, profissional, social e eclesial.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.


domingo, 25 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 25




Dia 25 - XXX Domingo do Tempo Comum


Abençoa, Senhor, a Igreja de África. Que as orientações do Sínodo Africano mobilizem os cristãos para serem testemunhas da verdade e da justiça, defensores da paz e da liberdade, profetas e construtores de uma África mais justa e fraterna.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

Testemunho, partilha e entrega

Secretariado Diocesano organizou Jornada Missionária em Abrantes, na véspera do Dia Mundial das Missões



Da parte da manhã acorreram ao salão da Esperança cerca de 300 crianças vindas de algumas paróquias que quiseram responder ao apelo Missionário. Divididas em cinco continentes, animadas por grupos de jovens e de catequistas, trataram o tema da Missão e cada um deles fez uma coreografia Missionária dos cinco continentes. O sr. Bispo tomou parte neste encontro e falou à camada jovem da população que viveu a experiência de forma animada, colorida e empenhada. À tarde, no Cine-Teatro São Pedro, desenvolveu-se a Sessão Missionária com a participação de oradores e o testemunho de grupos de jovens que, nas suas terras, ou em outros países, vivem o ideal Missionário. Estiveram presentes cerca de 150 participantes. No átrio do Cine-Teatro estava patente uma mostra dos campos e experiências de Missão. O painel que começou às 15h00, subordinado ao tema “A Missão: Testemunho e Serviço”, contou com a presença do Pe. Tony Neves (Espiritano), Pe. Álvaro Cunha (Vicentino) e Margarida Alvim (Fundação Evangelização e Cultura). O encontro foi animado pelos grupos missionários Jovens Sem Fronteiras, Juventude Mariana Vicentina, Caminhantes da Paz, Juventude Amiga da Escola de Abrantes e ONDJOYETU da Diocese de Leiria-Fátima.



“Nesta partilha todos ganhamos”

Em declarações à imprensa, o Pe. Tony Neves, da Congregação dos Missionários do Espírito Santo aludiu ao filósofo chinês Lao Tsé para atestar a importância do encontro. “Uma viagem de mil milhas começa com o primeiro passo. Penso que a Missão tem muitas milhas para andar, aqui como em todo o mundo. É necessário dar os primeiros passos que rasguem novos horizontes. E como queremos que a Missão seja testemunho, seja partilha e entrega, então, penso que um encontro deste género, que alia a reflexão à oração é muito importante porque tal vai potenciar mais Missão”. Sobre o tema que se debruçou (Missão “Ad Gentes”), o Pe. Tony Neves explicou que tanto se faz lá fora, como cá dentro, refutando, assim, a conotação geográfica desta expressão. “As situações que encontrávamos lá fora, e que nos obrigavam a partir, são situações que também encontramos aqui. Há pessoas que não conhecem bem a mensagem do Evangelho, existem questões de Paz, Justiça e de Direitos Humanos que, por cá, também são espezinhadas. São situações, mais ou menos, universais. Portanto, a Missão “Ad Gentes” tanto se faz lá fora como aqui. Mas devemos sempre ter esta vontade de partir. O partir rasga horizontes e permite uma partilha que enriquece. Nós temos riquezas a dar e os outros têm riquezas a dar-nos. Nesta partilha todos ganhamos”.


Crescer no conhecimento da Fé

Já o Pe. Álvaro Cunha, da Congregação da Missão, debruçou-se sobre o tema “Missões Populares”. Na véspera de anunciar esta actividade nas comunidades de Tramaga e Vale de Açor, o Pe. Vicentino explicou o seu objectivo: “É um tempo de evangelização que tem como finalidade levar as pessoas a crescer no seu conhecimento da Fé. O objectivo principal é a criação de grupos de aprofundamento da Fé (grupos de catequese de adultos). Daqui decorrem várias acções. Estes grupos de formação serão orientados por leigos da comunidade que serão, por sua vez, preparados por nós. O dinamismo da Missão utiliza também um grupo de voluntários, que, mandatados pelo pároco, vão levar um convite, uma oração, a todas as casas. A Missão Popular é este tempo de evangelização que tem um período de início, mas não tem um fim”, terminou o Pe. Álvaro Cunha.


“Levanta-te e actua”

E porque a 17 de Outubro se celebrou em todo o mundo o Dia Mundial da Erradicação da Pobreza, Margarida Alvim [1] da Fundação Evangelização e Cultura, centrou a sua comunicação nos Objectivos do Milénio. “Estes objectivos foram assumidos no ano 2000 para serem atingidos em 2015. O primeiro é a erradicação da pobreza no mundo. Houve, até agora, uma evolução muito positiva, mas também muitos desvios, agravados, sobretudo, pela crise mundial que atravessamos. Agora, e mais que nunca, é importante que estes objectivos sejam cumpridos e que a pobreza extrema no mundo seja atenuada”. Durante a comunicação de Margarida Alvim, o público presente no Cine-Teatro São Pedro levantou-se em nome da erradicação da pobreza. “Foi um momento simbólico que pretendeu levar cada um a reflectir sobre esta realidade. Se formos muitos a pensar sobre este problema e a perceber a diferença que podemos fazer, será mais fácil haver uma atenuação da pobreza no mundo”, concluiu.


A parábola do “Bom Samaritano”

Mais tarde, a Igreja de São Vicente acolheu todos aqueles que se propuseram viver a Eucaristia, presidida por D. Antonino, Bispo da nossa Diocese. O Coro local e as crianças deram-lhe um tom de festa. À noite, no salão da Esperança, mais de 200 jovens aceitaram o desafio do Secretariado das Missões e do Secretariado da Juventude e Vocações para a vigília Missionária que teve como ponto-chave a parábola do “Bom Samaritano”. O Bispo Diocesano desafiou os jovens a terem uma atitude como a daquele que cuidou do homem necessitado, deixando no ar a pergunta: “- O que será do meu irmão (seja ele quem for) se eu não o ajudar?”. O Pe. Nuno Folgado, director do Secretariado da Juventude, deixou um apelo para que os jovens da Diocese ponham a sua generosidade e capacidade inventiva ao serviço do outro. Nesse sentido, apresentou o sonho de, brevemente, haver, na Diocese, um grupo de jovens que possa partir para uma experiência Missionária em Moçambique. Enquanto tal não acontece, vão ser feitas acções para ser criado este espírito para partir. A primeira delas será a celebração da Páscoa Missionária Jovem na paróquia de Longomel.














Fonte: Site da Diocese de Portalegre - Castelo Branco

sábado, 24 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 24



Dia 24 - Santo António Maria Claret


Pedimos-Te, Senhor, pelas nossas igrejas locais. Que elas descubram que também foram enviadas em missão e vivam sempre em dinamismo missionário, através da oração pelas missões, da cooperação e da partilha com as igrejas mais necessitadas.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

Liturgia do XXX Domingo do Tempo Comum, 25.10.2009




30º DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B
25 de Outubro de 2009



A liturgia do 30º Domingo do Tempo Comum fala-nos da preocupação de Deus em que o homem alcance a vida verdadeira e aponta o caminho que é preciso seguir para atingir essa meta. De acordo com a Palavra de Deus que nos é proposta, o homem chega à vida plena, aderindo a Jesus e acolhendo a proposta de salvação que Ele nos veio apresentar.

A primeira leitura afirma que, mesmo nos momentos mais dramáticos da caminhada histórica de Israel, quando o Povo parecia privado definitivamente de luz e de liberdade, Deus estava lá, preocupando-se em libertar o seu Povo e em conduzi-lo pela mão, com amor de pai, ao encontro da liberdade e da vida plena.

A segunda leitura apresenta Jesus como o sumo-sacerdote que o Pai chamou e enviou ao mundo a fim de conduzir os homens à comunhão com Deus. Com esta apresentação, o autor deste texto sugere, antes de mais, o amor de Deus pelo seu Povo; e, em segundo lugar, pede aos crentes que “acreditem” em Jesus – isto é, que escutem atentamente as propostas que Ele veio fazer, que as acolham no coração e que as transformem em gestos concretos de vida.

No Evangelho, o catequista Marcos propõe-nos o caminho de Deus para libertar o homem das trevas e para o fazer nascer para a luz. Como Bartimeu, o cego, os crentes são convidados a acolher a proposta que Jesus lhes veio trazer, a deixar decididamente a vida velha e a seguir Jesus no caminho do amor e do dom da vida. Dessa forma, garante-nos Marcos, poderemos passar da escravidão à liberdade, da morte à vida.









Para ver as Leituras do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.

Para ver o Evangelho do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.

Para ver uma Reflexão sobre o Evangelho do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.



Fontes:
A Caminho
Ecclesia
Farol de Luz


sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 23



Dia 23 - São João Capristano


Senhor, Deus de bondade, protege e conforta os doentes, os idosos e os que vivem sós, sobretudo os que mais sofrem. Que eles sintam a Tua presença consoladora através do apoio e solidariedade dos irmãos.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.



quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Mudança do Plano de Actividades



Foram feitas algumas alterações ao Plano de actividades dos próximos meses, as quais podem ser consultadas no plano que se encontra na barra direita do blogue.

31/10 - Reunião no Salão para preparação da Noite de Fados

07/11 - NOITE DE FADOS

14/11 - Distribuição dos alimentos do Banco Alimentar

28/11 - Ida a Mem Soares (Comemoração do Dia de Santa Catarina de Labouré)


Pede-se que comecem a divulgar a Noite de Fados, para que tenhamos bastante adesão.

Outubro, Mês Missionário - Dia 22



Dia 22


Senhor, nosso Deus e nosso Pai, fonte de toda a santidade, derrama sobre a Igreja a abundância da Tua benção, para que, segundo o Teu desígnio de Amor, surjam muitas vocações missionárias para o serviço do povo de Deus e o anúncio da Boa Nova do Reino.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Outobro, Mês Missionário - Dia 21

Dia 21


Senhor, nosso Deus e nosso Pai, envia o Teu Espírito sobre as Igrejas da Ásia para estarem sempre ao lado dos pobres, crescerem no diálogo com as diversas tradições religiosas e serem fermento de vida nova.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 20



Dia 20


Senhor, envia sobre nós o Teu Espírito para darmos testemunho da nossa fé em Cristo, vivermos com alegria a esperança do Reino e amarmos a todos com genuína caridade.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.

Ámen.


segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 19

Dia 19


Senhor da Missão, fazei que, seguindo o exemplo do Apóstolo São Paulo, cada baptizado assuma a sua vocação missionária, anunciando Jesus Cristo com paixão e alegria.

Ele que é Deus convosco, na unidade do Espírito Santo.

Ámen.


domingo, 18 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 18 - Dia Mundial das Missões

Dia 18 - Dia Mundial das Missões


Senhor, nosso Deus, desça sobre nós a Tua benção para que a oração pela missão, a dedicação ao anúncio do Evangelho e o apoio à Igreja missionária continuem presentes, hoje e sempre, na vida de cada baptizado e de cada comunidade cristã.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

"As nações caminharão à sua luz" (Ap 21, 24) - tema do Dia Mundial das Missões


MENSAGEM DO SANTO PADRE PARA O DIA MUNDIAL DAS MISSÕES DE 2009

(18 DE OUTUBRO)


Queridos irmãos e irmãs,

Neste domingo dedicado às missões, dirijo-me antes de mais a vós, Irmãos no ministério episcopal e sacerdotal, e também a vós, irmãos e irmãs do Povo de Deus, para vos exortar a reavivardes a consciência do mandato missionário de Cristo, a fim de fazer com que “todos os povos se tornem seus discípulos” (Mt 28, 19), seguindo as pegadas de São Paulo, o Apóstolo dos Gentios.
“As nações caminharão à sua luz” (Ap 21, 24). O objectivo da missão da Igreja é iluminar com a luz do Evangelho todos os povos em seu caminhar na história rumo a Deus, para que encontrem n’Ele a sua plena realização. Devemos sentir o anseio e a paixão de iluminar todos os povos, com a luz de Cristo, que resplandece no rosto da Igreja, para que todos se reúnam na única família humana, sob a amável paternidade de Deus.
É nesta perspectiva que os discípulos de Cristo espalhados pelo mundo trabalham, se dedicam, gemem sob o peso dos sofrimentos e doam a vida. Reitero com veemência o que muitas vezes foi dito pelos meus Predecessores: a Igreja não age para ampliar o seu poder ou reforçar o seu domínio, mas para levar a todos Cristo, salvação do mundo. Pedimos só que nos seja dado servir toda a humanidade, sobretudo a mais sofredora e marginalizada, porque acreditamos que “o compromisso de anunciar o Evangelho aos homens de nosso tempo... é sem dúvida alguma um serviço prestado à comunidade cristã, mas também a toda a humanidade" (Evangelii Nuntiandi, 1), que “apesar de conhecer realizações maravilhosas, parece ter perdido o sentido último das coisas e de sua própria existência”(Redemptoris Missio, 2).


1. Todos os Povos são chamados à salvação

Na verdade, a humanidade inteira tem a vocação radical de voltar à sua origem, que é Deus, em quem e só em quem ela encontrará a sua plenitude por meio da restauração de todas as coisas em Cristo. A dispersão, a multiplicidade, o conflito, a inimizade serão repacificadas e reconciliadas através do sangue da Cruz e reconduzidas à unidade.
O novo início já começou com a ressurreição e a exaltação de Cristo, que atrai a si todas as coisas, as renova, as torna participantes da eterna glória de Deus. O futuro da nova criação brilha já em nosso mundo e acende, mesmo se entre contradições e sofrimentos, a nossa esperança por uma vida nova. A missão da Igreja é “contagiar” de esperança todos os povos. Por isso, Cristo chama, justifica, santifica e envia os seus discípulos para anunciar o Reino de Deus, a fim de que todas as nações se tornem Povo de Deus. É somente nesta missão que se compreende e se confirma o verdadeiro caminho histórico da humanidade. A missão universal deve tornar-se uma constante fundamental na vida da Igreja. Anunciar o Evangelho deve ser para nós, como já dizia o apóstolo Paulo, um compromisso urgente e inadiável.


2. Igreja peregrina

Toda a Igreja, sem confins e sem fronteiras, se sente responsável por anunciar o Evangelho a todos os povos (cf. Evangelii Nuntiandi, 53). Ela, germe de esperança por vocação, deve continuar o serviço de Cristo no mundo. A sua missão e o seu serviço não se limitam às necessidades materiais ou mesmo espirituais confinadas à existência temporal, mas abarcam a salvação transcendente que se realiza no Reino de Deus. (cf. Evangelii Nuntiandi, 27). Este Reino, mesmo sendo em sua essência escatológico e não deste mundo (cf. Jo 18,36), está também neste mundo e em sua história é força de justiça, paz, verdadeira liberdade e respeito pela dignidade de todo o ser humano. A Igreja aspira a transformar o mundo com a proclamação do Evangelho do amor, “que ilumina incessantemente um mundo às escuras e nos dá a coragem de viver e agir e ... deste modo, fazer entrar a luz de Deus no mundo" (Deus Caritas est, 39). Esta é a missão e serviço em que, também com esta Mensagem, chamo a participar todos os membros e instituições da Igreja.


3. Missão ad gentes

A missão da Igreja é chamar todos os povos à salvação realizada por Deus em seu Filho encarnado. É necessário, portanto, renovar o compromisso de anunciar o Evangelho, fermento de liberdade e progresso, de fraternidade, união e paz (cf. Ad Gentes, 8). Desejo “novamente confirmar que a tarefa de evangelizar todos os homens constitui a missão essencial da Igreja” (Evangelii Nuntiandi, 14), tarefa e missão que as vastas e profundas mudanças da sociedade actual tornam ainda mais urgentes. Está em questão a salvação eterna das pessoas, o fim e a plenitude da história humana e do universo. Animados e inspirados pelo Apóstolo dos Gentios, devemos estar conscientes de que Deus tem um povo numeroso em todas as cidades percorridas também pelos apóstolos de hoje (cf. Act 18, 10). De facto, “a promessa é em favor de todos aqueles que estão longe, de todos aqueles que o Senhor nosso Deus chamar”(Act 2, 39).
Toda a Igreja se deve empenhar na missão ad gentes, enquanto a soberania salvífica de Cristo não estiver plenamente realizada: “Agora, porém, ainda não vemos que tudo lhe esteja submetido” (Heb 2,8).


4. Chamados a evangelizar também por meio do martírio

Neste dia dedicado às missões, recordo na oração aqueles que fizeram de suas vidas uma exclusiva consagração ao trabalho de evangelização. Menciono em particular as Igrejas locais, os missionários e missionárias que testemunham e propagam o Reino de Deus em situações de perseguição, com formas de opressão que vão desde a discriminação social até à prisão, à tortura e à morte. Não são poucos aqueles que nos últimos anos morreram por causa do seu “Nome”. É ainda de grande actualidade o que escreveu o meu venerado Predecessor, o Papa João Paulo II: “A comemoração jubilar descerrou-nos um cenário surpreendente, mostrando o nosso tempo particularmente rico de testemunhas, que souberam, ora dum modo ora doutro, viver o Evangelho em situações de hostilidade e perseguição até darem muitas vezes a prova suprema do sangue” (Novo Millennio Ineunte, 41).
A participação na missão de Cristo, de facto, destaca também a vida dos anunciadores do Evangelho, aos quais é reservado o mesmo destino de seu Mestre. “Lembrem-se do que vos disse: nenhum servo é maior que o seu senhor. Se me perseguiram, também vos hão-de perseguir " (Jo 15, 20). A Igreja faz o mesmo caminho e passa por tudo aquilo que Cristo passou, porque não age baseando-se numa lógica humana ou usando a força, mas seguindo o caminho da Cruz e fazendo-se, em obediência filial ao Pai, testemunha e companheira de viagem desta humanidade.
Às Igrejas antigas como às de recente fundação, recordo que são constituídas pelo Senhor como sal da terra e luz do mundo, chamadas a irradiar Cristo, Luz do mundo, até aos extremos confins da terra. A missão ad gentes deve ser a prioridade de seus planos pastorais.
Para as Obras Missionárias Pontifícias vai o meu agradecimento e encorajamento pelo seu indispensável trabalho de animação, formação missionária e ajuda económica às jovens Igrejas. Por meio destas instituições pontifícias, realiza-se de forma admirável a comunhão entre as Igrejas, com a troca de dons, na solicitude recíproca e na comum programação missionária.

5. Conclusão

O impulso missionário sempre foi sinal de vitalidade de nossas Igrejas (cf. Redemptoris Missio, 2). É preciso, todavia, reafirmar que a evangelização é obra do Espírito, e que antes mesmo de ser acção, é testemunho e irradiação da luz de Cristo (cf. Redemptoris Missio, 26) através da Igreja local, que envia os seus missionários e missionárias para além de suas fronteiras. Rogo a todos os católicos que peçam ao Espírito Santo que aumente na Igreja a paixão pela missão de proclamar o Reino de Deus e que ajudem os missionários, as missionárias e as comunidades cristãs empenhadas nesta missão, muitas vezes em ambientes hostis de perseguição.
Ao mesmo tempo, convido todos a darem um sinal credível da comunhão entre as Igrejas, com uma ajuda económica, especialmente neste período de crise que a humanidade está a viver, a fim de colocar as jovens Igrejas em condições de iluminar as pessoas com o Evangelho da caridade.
Sirva-nos de guia em nossa acção missionária a Virgem Maria, Estrela da Evangelização, que deu ao mundo Cristo, luz das nações, para que Ele leve a salvação “até aos confins da terra” (Act 13, 47).

A todos, a minha Bênção.
Bento XVI


Fonte: Site da Diocese de Portalegre - Castelo Branco


sábado, 17 de outubro de 2009

Notícia Agência Ecclesia - 17.10.2009

Dia Mundial das Missões recorda que todos os cristãos são missionários





Anúncio da mensagem evangélica exige que leigos, religiosos e padres se apaixonem por Cristo

A Igreja assinala este Domingo o Dia Mundial das Missões. Na mensagem intitulada “As nações caminharão à sua luz”, Bento XVI pretende que os católicos reavivem a consciência do mandato missionário de Cristo.

O Papa recorda que a evangelização de todos os povos “constitui a missão essencial da Igreja", “missão que as vastas e profundas mudanças da sociedade actual tornam ainda mais urgentes”.

Mais do que apresentar um modelo de vida, “está em questão a salvação eterna das pessoas, o fim e a plenitude da história humana e do universo”, assinala Bento XVI.

Guião propõe textos, reflexões e celebrações para o «Outubro Missionário»

Os cristãos portugueses estão cada vez mais conscientes da necessidade de transmitir a mensagem evangélica, refere o Pe. Alberto Silva no texto de apresentação do guião que, através de reflexões, momentos de oração e celebrações, pretende dinamizar a acção da Igreja durante o “Outubro Missionário”,

“Cada um, segundo a sua vocação, está chamado a empenhar-se no anúncio da vida que recebeu de Jesus, onde quer que se encontre”, assinala o sacerdote, que é presidente dos Institutos Missionários Ad Gentes (IMAG).

Para “anunciar o Cristo encontrado, amado e vivido”, os leigos, religiosos e padres precisam de se encontrar verdadeiramente com Deus, acrescenta o sacerdote comboniano. “Daí a importância da oração neste mês, para nos apaixonarmos por Aquele que nos amou primeiro e podermos entender mais pessoalmente o seu chamamento”, acrescentou.

O guião, que segue o tema “Missão: testemunho e serviço”, abre com a mensagem do presidente da Comissão Episcopal das Missões, D. António Couto. A brochura inclui preces diárias, propostas para orações comunitárias semanais, introduções às leituras das eucaristias dominicais e textos para diversas celebrações litúrgicas – “Missa pela Evangelização dos Povos”, Vigília Missionária, Rosário, Via-Sacra.

Em relação ao documento do ano passado, foram acrescentadas sugestões para a aplicação das conclusões do Congresso Missionário, realizado em 2008, uma interpelação do texto preparatório do II Sínodo para a África, um texto sobre Alterações Climáti­cas e Pobreza, assim como uma reflexão sobre o Ano Sacerdotal.

Diocese de Portalegre-Castelo Branco realiza Jornada Missionária

Decorre hoje em Abrantes, diocese de Portalegre-Castelo Branco, uma Jornada Missionária que contará com a presença do bispo, D. Antonino Dias.

Durante a manhã estiveram presentes mais de 300 crianças, enquanto que esta tarde são esperadas entre 100 e 150 pessoas; à noite, são aguardados cerca de 80 jovens para a vigília de oração. “Não são números astronómicos, mas tratando-se de uma primeira experiência, todos os que vierem são ganho”, afirmou à Agência ECCLESIA o director do Secretariado Diocesano das Missões, Pe. Agostinho Teixeira de Sousa.

“A Missão e as Missões” é o título do painel que começou às 15h00, com a presença do Pe. Tony Neves (Espiritano), Pe. Álvaro Cunha (Vicentino) e Margarida Alvim (Fundação Evangelização e Cultura). O encontro será animado por membros dos grupos missionários Jovens Sem Fronteiras, Juventude Mariana Vicentina, Caminhantes da Paz e Juventude Amiga.

Às 17h30, após o diálogo entre os conferencistas e a assembleia, celebrar-se-á a missa e o rito de envio, presididos pelo bispo diocesano.

“Penso que a iniciativa irá resultar; pelo menos mexem-se as águas; apesar desta diocese estar encostada [à fronteira] e deserta, fica o testemunho de que há aqui alma e que se pode fazer alguma coisa”, referiu o Pe. Agostinho de Sousa.

A geminação com uma diocese de Angola ou, preferencialmente, de Moçambique, é um dos projectos do Secretariado das Missões, recentemente nomeado.

Por outro lado, este Departamento pretende fazer um levantamento dos grupos e actividades missionárias existentes na diocese, com o objectivo de promover o conhecimento mútuo e a união de esforços.


Fonte: Agência Ecclesia

Outubro, Mês Missionário - Dia 17

Dia 17 - Santo Inácio de Antioquia


Senhor, nosso Deus, ensina-nos a crescer na renúncia e no desprendimento dos bens materiais, a fim de sermos cada vez mais solidários com os que nada têm e, deste modo, testemunhar que a verdadeira alegria está mais em dar que em receber.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

Liturgia da Eucaristia do XXIX Domingo do Tempo Comum, 18.10.2009




XXIX DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B
18 de Outubro 2009



A liturgia do 29º Domingo do Tempo Comum lembra-nos, mais uma vez, que a lógica de Deus é diferente da lógica do mundo. Convida-nos a prescindir dos nossos projectos pessoais de poder e de grandeza e a fazer da nossa vida um serviço aos irmãos. É no amor e na entrega de quem serve humildemente os irmãos que Deus oferece aos homens a vida eterna e verdadeira.

A primeira leitura apresenta-nos a figura de um “Servo de Deus”, insignificante e desprezado pelos homens, mas através do qual se revela a vida e a salvação de Deus. Lembra-nos que uma vida vivida na simplicidade, na humildade, no sacrifício, na entrega e no dom de si mesmo não é, aos olhos de Deus, uma vida maldita, perdida, fracassada; mas é uma vida fecunda e plenamente realizada, que trará libertação e esperança ao mundo e aos homens.

No Evangelho, Jesus convida os discípulos a não se deixarem manipular por sonhos pessoais de ambição, de grandeza, de poder e de domínio, mas a fazerem da sua vida um dom de amor e de serviço. Chamados a seguir o Filho do Homem “que não veio para ser servido, mas para servir e dar a vida”, os discípulos devem dar testemunho de uma nova ordem e propor, com o seu exemplo, um mundo livre do poder que escraviza.

Na segunda leitura, o autor da Carta aos Hebreus fala-nos de um Deus que ama o homem com um amor sem limites e que, por isso, está disposto a assumir a fragilidade dos homens, a descer ao seu nível, a partilhar a sua condição. Ele não Se esconde atrás do seu poder e da sua omnipotência, mas aceita descer ao encontro homens para lhes oferecer o seu amor.





Para ver as Leituras do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.


Para ver o Evangelho do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.


Para ver a Reflexão sobre o Evangelho do XXIX Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.



Fontes:

A Caminho

Ecclesia

Farol de Luz

sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 16

Dia 16 - Santa Hedviges e Santa Margarida Maria Alacoque


Iluminai, Senhor, os nossos corações para que sejamos construtores da paz, respeitando e acolhendo os outros como irmãos, e colaborando com eles na construção de uma sociedade mais fraterna.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

TEMAS PARA ESTUDO NOS GRUPOS PAROQUIAIS 2009/10



Tema geral: "Escolhidos e enviados"



1. Cristo é o único sacerdote
2. A Igreja é um povo sacerdotal
3. Todos os baptizados são sacerdotes?
4. O sentido da unção pós-baptismal com o óleo do crisma
5. Os padres são indispensáveis na Igreja?
6. O sacerdócio ministerial e o sacerdócio comum dos fiéis: relações mútuas
7. O sacerdócio ministerial e a Eucaristia
8. A vida sacramental do Padre
9. O Padre ao serviço da santificação dos fiéis
10. O Celibato sacerdotal, dom e carisma
11. A paróquia, comunidade de fiéis
12. O Padre enquanto pároco: suas funções
13. Fisionomia do Padre para os nossos dias
14. Família – Igreja doméstica
15. A Comunidade cristã e o compromisso vocacional.



Fonte:
Site da Diocese de Portalegre e Castelo Branco

Outubro, Mês Missionário - Dia 15

Dia 15 - Santa Teresa de Ávila


Senhor, nosso Deus, pedimos por todos os membros da vida consagrada, para que o testemunho de uma vida pobre, casta e obediente, e a entrega generosa à missão sejam sinal profético da presença do Reino neste momento da História que atravessamos.

Por nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Outubro, mês missionário - Dia 14

Dia 14

Neste Ano Sacerdotal, por intercessão de São João Maria Vianey, ilumina, Senhor, todos os sacerdotes para que possam compreender cada vez melhor a importância do seu papel e da sua missão na Igreja e serem fiéis a Cristo, o Bom Pastor.

Ele que é Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

Ámen.


17 OUT | Jornada Missionária Diocesana


terça-feira, 13 de outubro de 2009

Reunião de preparação da Jornada Missionária Diocesana



Para preparação da Jornada Missionária Diocesana, reunir-nos-emos no Salão Paroquial, na próxima sexta-feira, dia 16 de Outubro, às 21h.

Esperamos por ti!



Jornada Missionária Diocesana - 17 de Outubro

JORNADA MISSIONÁRIA DIOCESANA

17 de Outubro (Sábado) - Abrantes


PROGRAMA


Manhã: CRIANÇAS E ADOLESCENTES (Catequeses e Escolas)
Local: Salão da Esperança – Rua Actor Taborda, 90 - (Colégio de Nª Sª de Fátima)

10h00 - Acolhimento
- Momento formativo e lúdico, caminhada (lanche, trazido por cada um)

11h30 - Momento celebrativo e envio


Tarde: LEIGOS E CONSAGRADOS- (Comunidades, Paróquias, Movimentos)
Local: Cine - Teatro de S. Pedro – Rua Actor Taborda (junto da Igreja de S. Vicente)

14h30- Acolhimento

15h00- Tema: MISSÃO: TESTEMUNHO E SERVIÇO

- Missão “Ad Gentes” – P. Tony Neves – Espiritano
(Testemunho dos Jovens sem Fronteiras)
- Missão Popular- P. Álvaro Cunha – Vicentino
(Testemunho da Juventude Mariana Vicentina)
- Fundação Evangelização e Cultura
(Testemunho do Grupo Juventude Amiga-Abrantes)
- Diálogo

18h00- Eucaristia Solene e Envio – D. Antonino Dias
(Igreja Paroquial de S. Vicente-Abrantes)


Noite: VIGÍLIA JOVEM- 21h/23h-(Grupos Paroquiais e Jovens de todas as idades)
Local: Salão da Esperança – Rua Actor Taborda, 90 - (Colégio de Nª Sª de Fátima)

21h00 - Acolhimento
- Partilha missionária e testemunhos de Grupos
(JSF, JMV, OND’JOYETU, Juventude Amiga e outros)
- Canções de mensagem missionária e visualização temática
- Animação

22h30 -Momento orante e de envio


Criança, Jovem, Adulto e Ancião,
Leigo, Consagrado, Diácono e Presbítero

SOMOS CONVOCADOS! VAMOS PARTICIPAR!





A Juventude Mariana Vicentina de Alferrarede irá participar activamente na Jornada Missionária Diocesana, em Abrantes, durante todo o dia.

Por isso, esperamos poder contar com a presença de todos os elementos do nosso grupo.

Esperamos por TI!!


Outubro, Mês Missionário - Dia 13



Dia 13 - Beata Alexandrina de Balazar


Senhor, fonte de toda a vida, derrama a Tua bênção sobre os doentes para que, na fé e na esperança, sintam a presença de Deus e possam valorizar o seu sofrimento e oferecê-lo pelo anúncio do Evangelho a todos os povos.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

domingo, 11 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 11



Dia 11 - XXVIII Domingo do Tempo Comum


Deus, nosso Pai e nosso amigo, abençoa as crianças das nossas paróquias e desperta nelas o amor pelas crianças dos outros continentes, sobretudo as que sofrem por causa da doença, da guerra e da fome.

Por Cristo Senhor nosso, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen



sábado, 10 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 10



Dia 10 - São Daniel Comboni


Pai, que manifestaste em São Daniel Comboni um exemplo admirável de amor a Ti e aos povos da África, faz que imitando a sua santidade e o zelo missionário, nos consagremos à evangelização dos irmãos mais pobres e abandonados.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.



Liturgia do XVIII Domingo do Tempo Comum, 11.10.2009




XVIII DOMINGO DO TEMPO COMUM - ANO B
11 de Outubro de 2009



A liturgia do 28º Domingo do Tempo Comum convida-nos a reflectir sobre as escolhas que fazemos; recorda-nos que nem sempre o que reluz é ouro e que é preciso, por vezes, renunciar a certos valores perecíveis, a fim de adquirir os valores da vida verdadeira e eterna.

Na primeira leitura, um “sábio” de Israel apresenta-nos um “hino à sabedoria”. O texto convida-nos a adquirir a verdadeira “sabedoria” (que é um dom de Deus) e a prescindir dos valores efémeros que não realizam o homem. O verdadeiro “sábio” é aquele que escolheu escutar as propostas de Deus, aceitar os seus desafios, seguir os caminhos que Ele indica.

O Evangelho apresenta-nos um homem que quer conhecer o caminho para alcançar
a vida eterna. Jesus convida-o renunciar às suas riquezas e a escolher “caminho do Reino” – caminho de partilha, de solidariedade, de doação, de amor. É nesse caminho – garante Jesus aos seus discípulos – que o homem se realiza plenamente e que encontra a vida eterna.

A segunda leitura convida-nos a escutar e a acolher a Palavra de Deus proposta por Jesus. Ela é viva, eficaz, actuante. Uma vez acolhida no coração do homem, transforma-o, renova-o, ajuda-o a discernir o bem e o mal e a fazer as opções correctas, indica-lhe o caminho certo para chegar à vida plena e definitiva.







Para ver as Leituras do XVIII Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.

Para ver o Evangelho do XVIII Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.

Para ver a Reflexão sobre o Evangelho do XVIII Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.



Fontes:
A Caminho

Ecclesia

Farol de Luz

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 9



Dia 9 - São Dionísio e seus companheiros, mártires


Senhor Jesus Cristo, dá-nos coragem para imitar os santos mártires, seguindo o seu exemplo na renúncia à glória deste mundo e na entrega generosa da vida ao serviço do Evangelho. Tu que és Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

Ámen



quinta-feira, 8 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 8



Dia 8

Senhor Jesus, abençoa os jovens do mundo inteiro e derrama o Teu amor nos seus corações para que eles coloquem a sua força, generosidade e entusiasmo ao serviço da paz, da justiça e da fraternidade entre os povos. Tu que és Deus com o Pai, na unidade do Espírito Santo.

Ámen.



quarta-feira, 7 de outubro de 2009

Outubro, Mês Missionário - Dia 7



Dia 7 - Nossa Senhora do Rosário

Senhor, dá-nos a Tua graça para que, à semelhança de Maria de Nazaré, cada um de nós procure escutar a Palavra de Deus e anunciá-la aos outros com paixão e alegria. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.


HOJE COMEMORA-SE O DIA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO, PADROEIRA DA NOSSA PARÓQUIA.




terça-feira, 6 de outubro de 2009

Plano de Actividades 2009/2010




SETEMBRO
25,26,27 – Acantonamento

OUTUBRO
5 - Encontro em Fátima da Família Vicentina
10 -Encontro no Salão Paroquial
17 - Animação de casamento / Vigília Mariana
25 - Encontro de Caridade e missão da região sul

NOVEMBRO
13 - Vigília Mariana
14 - Noite de Fados
22 - Encontro Regional
28 - Encontro no Salão Paroquial

DEZEMBRO
5 - Celebração de Advento
8 - Admissão /Passagem de Etapa
19 - Encontro no Salão Paroquial
22 - Visita ao Centro de Dia
23 - Festa de Natal para crianças do Banco Alimentar

JANEIRO
8/9 - Cantar os Reis
16 - Vigília Mariana
23 - Encontro no Salão Paroquial
30/31 - Escola de animadores em Fátima

FEVEREIRO
12,13,14 e 15 - Encontro Sub-16
13 -Vigília Mariana
15 - Baile de máscaras
27 - Encontro no Salão Paroquial

MARÇO
6 - Celebração quaresmal
20 - Encontro no Salão Paroquial
26,27,28,29 e 30 - Acantonamento na Beirã
31 - Festa da Páscoa com as crianças

ABRIL
1 - Visita ao Centro de dia
10 - Bike-papper
17 -Vigília mariana
24 - Assembleia Nacional /Encontro no S.Paroquial

MAIO
1 - Peregrinação a Fátima com as famílias
15 - Encontro no S.Paroquial
22 - Celebração Mariana Sul em Alferrarede

JUNHO
12 - Encontro no Salão Paroquial
19 - Arraial dos santos populares

JULHO
18 - Comemoração da Primeira visita de Nossa Senhora a Sta. Catarina de Labouré

AGOSTO
1,2,3,4,5 e 6- Assembleia Internacional em Portugal
26,27,28,29 e 30 – Encontro Nacional em Felgueiras




OBSERVAÇÕES:

Todos os encontros feitos no S.Paroquial far-se-ão das 15 horas às 17 horas.

O Grupo de Jovens propõe-se a participar activamente nas catequeses e a colaborar nas animações das Eucaristias.

Nos primeiros Sábados de cada mês (excepto quando coincide com outras actividades) far-se-á a entrega dos alimentos fornecidos pelo Banco Alimentar às famílias carenciadas.

Durante as férias, os jovens que pretenderem poderão agendar actividades de missão em campos de missão ( CRIA, Centro de dia, Casa de São Miguel ,…)

Este plano de actividades poderá sofrer alterações sempre que se justifiquem.

Outubro - Mês Missionário - DIA 6



Dia 6 - São Bruno


Senhor, nosso Deus e nosso Pai, derrama a Tua bênção sobre o continente europeu para que saiba acolher no seu seio os imigrantes e os refugiados e, abrindo-se aos outros continentes, possa crescer no respeito pelos outros povos e culturas.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Ámen.



segunda-feira, 5 de outubro de 2009

1.º Aniversário da Tomada de Posse do Sr. D. Antonino Dias na Diocese



A tomada de Posse ocorreu efectivamente a 7 de Outubro e no dia 12 do mesmo mês entrou na Diocese, presidindo à Primeira Eucaristia Solene na Sé de Portalegre.


Ocorre na próxima Quarta-feira, dia 7 de Outubro, o 1.º Aniversário da tomada de posse do Sr. D. Antonino Dias na Diocese de Portalegre-Castelo Branco.
A celebração deste Aniversário constará de Missa Solene, presidida pelo Venerando Bispo desta Diocese, D. Antonino Eugénio Fernandes Dias, às 18.30 horas, do dia 7 de Outubro, na Sé de Portalegre.
Espera-se uma boa afluência de fiéis que, com a sua presença, demonstrem a gratidão e o apreço pelo esforço e trabalho que o Senhor Bispo está a realizar entre nós e, ao mesmo tempo, louvemos o Senhor Jesus pelo pastor, mestre e guia que colocou à frente da nossa diocese.


domingo, 4 de outubro de 2009

Jornal "Somos Grito" - N.º 22º - Outubro de 2009

Saiu hoje a 22ª Edição do Jornal "Somos Grito", o folhetim trimestral da Juventude Mariana Vicentina de Alferrarede.

Nesta edição, a do início de um novo ano pastoral, damos a conhecer o que temos feito nos últimos meses e contamos também alguns factos importante da época em que nos encontramos.

Ficamos a aguardar a vossa opinião em relação ao nosso jornal. Enviem-nos críticas e sugestões.

Boas leituras!



(Clique nas imagens para aumentar)








sábado, 3 de outubro de 2009

Liturgia da Eucaristia do XXVII DOmingo do Tempo Comum, 04.10.2009




XXVII DOMINGO DO TEMPO COMUM
04 de Outubro
de 2009


As leituras do 27.º Domingo do Tempo Comum apresentam, como tema principal, o projecto ideal de Deus para o homem e para a mulher: formar uma comunidade de amor, estável e indissolúvel, que os ajude mutuamente a realizarem-se e a serem felizes. Esse amor, feito doação e entrega, será para o mundo um reflexo do amor de
Deus.

A primeira leitura diz-nos que Deus criou o homem e a mulher para se completarem, para se ajudarem, para se amarem. Unidos pelo amor, o homem e a mulher formarão “uma só carne”. Ser “uma só carne” implica viverem em comunhão total um com o outro, dando-se um ao outro, partilhando a vida um com o outro, unidos por um amor que é mais forte do que qualquer outro vínculo.

No Evangelho, Jesus, confrontado com a Lei judaica do divórcio, reafirma o projecto ideal de Deus para o homem e para a mulher: eles foram chamados a formar uma comunidade estável e indissolúvel de amor, de partilha e de doação. A separação não está prevista no projecto ideal de Deus, pois Deus não considera um amor que não seja total e duradouro. Só o amor eterno, expresso num compromisso indissolúvel, respeita o projecto primordial de Deus para o homem e para a mulher.

A segunda leitura lembra-nos a “qualidade” do amor de Deus pelos homens… Deus amou de tal forma os homens que enviou ao mundo o seu Filho único “em proveito de todos”. Jesus, o Filho, solidarizou-Se com os homens, partilhou a debilidade dos homens e, cumprindo o projecto do Pai, aceitou morrer na cruz para dizer aos homens que a vida verdadeira está no amor que se dá até às últimas consequências. Ligando o texto da Carta aos Hebreus com o tema principal da liturgia deste domingo, podemos dizer que o casal cristão deve testemunhar, com a sua doação sem limites e com a sua entrega total, o amor de Deus pela humanidade.



Para ver uma reflexão sobre o Evangelho do XXVII Domingo do Tempo Comum, clique AQUI.



Fontes:

A Caminho

Ecclesia

Farol de Luz